docente, violoncelo

Ângela Carneiro

Inicia os seus estudos musicais na Escola Profissional Artística do Vale do Ave – ARTAVE – na classe da professora Pétia Samardjieva.

Mais tarde, ingressa na Academia Nacional Superior de Orquestra – ANSO – onde trabalhou com os professores Pedro Neves e Paulo Gaio Lima.

É na Escola Superior de Música de Lisboa, com a orientação da professora Clélia Vital, que termina o Mestrado em Música. Ao longo do seu percurso teve oportunidade de trabalhar com vários violoncelistas entre eles: Paulo Gaio Lima, Luís Claret, Daniel Muller Schott, Clélia Vital, Xavier Gagnepain, Romain Garioud, Miguel Rocha, Rainer Zepperling, Dmitri Fershtmann, Maria de Macedo, Gary Hoffman.

Em 2008 integrou a escola de verão Meadowmount School of Music, no estado de Nova Iorque (EUA) onde trabalhou com Melissa Kraut e Hans Jensen.

Foi premiada em 2001 no PJM (Prémio Jovens Músicos) com um 3.º prémio na modalidade de música de câmara – nível médio, e ainda com uma Menção Honrosa a violoncelo também no nível médio.

Em 2004, no mesmo concurso, foi-lhe atribuída uma Menção Honrosa na modalidade de violoncelo – nível superior.

Em 2005 obteve, com o Trio Vertix, um diploma de Honra no Torneo Internationale di Musica, em Colónia.

É membro do Ensemble 20/21 e do Tetraktis Ensemble.

Colabora regularmente com a Orquestra Gulbenkian e com a Orquestra de Câmara Portuguesa.

Foi bolseira da AMEC de 2001 a 2003 e da Fundação Calouste Gulbenkian de 1998 a 2004.

Foi professora de violoncelo na Escola de Música do Orfeão de Leiria.

É, desde setembro de 2012, professora e coordenadora da classe de violoncelo na Escola de Música do Colégio Moderno.

Share this