docente, violino

João Andrade

Nasceu em Ponta Delgada, São Miguel, Açores.

Estudou com Shelley Ross, na Academia de Música da Ribeira Grande e no Conservatório Regional de Ponta Delgada, concluindo o 8.º grau no Conservatório Regional de Ponta Delgada e o 12.º ano na Escola Secundária Antero de Quental em regime articulado no curso de instrumento, e com Aníbal Lima, diplomando-se pela Academia Nacional Superior de Orquestra, em Lisboa, tendo sido bolseiro de mérito da Fundação Medeiros e Almeida.

João Andrade tem vindo a beneficiar do contacto com importantes personalidades nacionais e internacionais como Zakhar Bron (Escola Superior Rainha Sofia, Madrid), Serguei Kravchenko, Alexander Trostiniansky (Conservatório Tchaikovsky de Moscovo), Boris Garlitsky (Conservatório Superior de Música e Dança de Paris, Hochschule für Musik und Theater, Hamburgo), Danusha Waskiewickz (Orquestra Filarmónica de Berlim), entre outras, tendo frequentado a Meadowmount School of Music (Nova Iorque, EUA), na classe de violino de Gerardo Ribeiro e de música de câmara de Steven Rochen, Mellisa Kraut, Kathryn Votapek, Patricia McCarty.

Apresentou-se em recitais a solo e música de câmara em Portugal, Espanha, França, Itália, Bélgica, Estados Unidos da América e Brasil, tendo sido nomeado para a categoria «Revelação» pelo jornal «Correio dos Açores» nos «Mais dez de 2009» pelos seus recitais com o pianista russo Alexei Eremine no Teatro Micaelense em Ponta Delgada, São Miguel, Açores.

Em 2011 foi semi-finalista no concurso internacional «Jovens Violinistas 2011» em Lisboa e no concurso da RTP/RDP «Prémio Jovens Músicos 2011 – Violino, Nível Superior».

Apresentou-se como solista à frente da Orquestra de Câmara de Ponta Delgada e Horta Camerata, nos Açores, em obras para violino e orquestra de Vivaldi, Mozart e Beethoven.

Em 2013 foi convidado a integrar a Camerata Atlântica, formada por instrumentistas da Orquestra Gulbenkian e Orquestra Sinfónica Portuguesa com direção artística de Ana Beatriz Manzanilla, atuando nas principais salas e festivais portugueses.

Tem vindo a colaborar regularmente com a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Ensemble do Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra de Câmara Portuguesa, entre outras.

É membro fundador do Trio Garrett, criado em 2014, juntamente com a violoncelista Ângela Carneiro e a pianista Melissa Fontoura.

Depois de lecionar violino no Ensino Integrado de Música da Casa Pia de Lisboa, é desde Setembro de 2014 professor de violino da Escola de Música do Colégio Moderno, em Lisboa.

Share this