docente, piano

Rafael Pina

Inicia os seus estudos musicais em 2004 na classe de piano do Professor Bruno Salles na escola Haja Música.

Em 2005 participa no concurso de piano de Ourém, tendo obtido o 2.º lugar.

Em 2007 termina o 8.º grau na disciplina de piano na classe do Professor António Toscano.

Em 2008 ingressa na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, na classe de piano do Professor Caio Pagano, continuando os seus estudos em 2010 sob a orientação da Professora Jill Lawson.

Em 2013 obtém o grau de licenciado e no mesmo ano inicia o Mestrado em Ensino de Música na mesma instituição.

Como professor de piano deu aulas no ano letivo 2009/2010 na Escola Profissional de Artes da Beira Interior e no ano letivo de 2010/2011 nos conservatórios da Guarda e da Covilhã, continuando exclusivamente na última instituição referida desde 2011 até 2014.

No ano letivo de 2014/2015 lecionou na Academia de Música e Belas Artes Luísa Todi.

Paralelamente ao estudo de instrumento, obteve também formação em canto lírico, tendo iniciado os seus estudos no ano de 2009/2010 com a cantora Elsa Saque, estreando-se no papel de Martino na ópera «A ocasião faz o ladrão» de Rossini no mesmo ano.

Em 2011/2012 continuou os seus estudos com o tenor Paulo Ferreira.

Participou em diversas masterclasses e aulas privadas de piano, canto e música de câmara com músicos como Rufus Müller, Walter Cosand, Ana Ester Neves, Luísa Tender, Dora Rodrigues, Caio Pagano, Elisabete Matos e Paulo Álvares.

No ano de 2013, juntou-se à empresa Nerd Monkeys na qualidade de compositor para a qual compôs a banda sonora para o jogo «Inspector Zé e o Robot Palhaço: Crime no Hotel Lisboa».

É, desde setembro de 2014, professor de piano na Escola de Música do Colégio Moderno.

Share this